Diclib.com
Diccionario en línea

Diccionario portugués-ruso

"    (    -    1    2    3    4    5    6    7    8    9    A    B    C    D    E    F    G    H    I    J    K    L    M    N    O    P    Q    R    S    T    U    V    W    X    Y    Z    §    À    Á        É    Ê    Í    Ó    Ô    Ú    А    Б    В    Г    Д    Е    Ж    З    И    Й    К    Л    М    Н    О    П    Р    С    Т    У    Ф    Х    Ц    Ч    Ш    Щ    Э    Ю    Я   
Palabras que comienzan con "-": 2216
- "Ele está ficando embriagado", pensou ela. "E está com medo."
- A Igreja Cátara é a verdadeira Igreja - continuou o sacerdote.
- A Iniciação da Lua está feita e consumada - disse Wicca.
- A Senhorita Buckley não conhecia - disse eu sorrindo.
- A Senhorita Buckley não foi bastante clara no que escreveu?
- A Senhorita Buckley passou bem a noite. Quer subir?
- A Senhorita Maggie? Tem certeza, senhor? Quero dizer, tem certeza de que é a Senhorita Maggie?
- A Sra. está ferida?
- A Sra. juraria que era a voz de sua amiga, se ela não lhe dissesse quem era?
- A Sra. nem desconfiava e no entanto era tão próxima da Senhorita Nick?
- A Sra. não deve acreditar em tudo que lê nos jornais, Sra. Croft.
- A Sra. não se sente bem?
- A Sra. quer dizer que a casa é velha.
- A Sra. sabia, suponho, que a Senhorita Buckley estava noiva de Michael Seton?
- A Sra. se surpreendeu ontem à noite quando soube que a Senhorita Buckley tinha sido morta?
- A Sra. tinha o que ela não tinha: o poder de despertar amor e conservá-lo.
- A Tradição do Sol, que ensina os segredos através do espaço, das coisas que nos cercam.
- A abelha dentro do boné... É uma expressão em sua língua.
- A caixa que o Sr. mandou não veio pelo correio. Pelo menos é o que ela pensa.
- A cerimônia acabou - disse.
- A cocaína estava no relógio de pulso...? - comecei.
- A enfermeira disse que esse pacote chegou ontem noite, às seis horas mais ou menos - disse eu.
- A essência da Criação é uma só - disse.
- A fortuna era imensa, diz o Sr.?
- A força da bruxaria é uma força coletiva - respondeu Wicca.
- A gatunagem unta-vos as mãos; se aqui houvesse vergonha, não iam os ladrões em paz.
- A mim me parece muito melodramático - disse eu reticente.
- A mim pareceu-me uma expressão um tanto forte.
- A morte sempre caminha com a vida - murmurou o marido.
- A não ser que eu o matasse primeiro - replicava Atanásio Ivanovitch.
- A patroa foi à aldeia.
- A polícia já terminou?
- A primeira coisa a fazer - disse Poirot - é um interrogatório.
- A propósito, a senhorita mencionou um testamento que fez. Sabe onde está?
- A rendição nos foi oferecida - disse o sacerdote, do alto da muralha.
- A respeito dos atentados, a senhorita contou tudo, de fato.
- A resposta é simples - disse Wicca, depois de saborear por algum tempo a ansiedade da menina.
- A senhora nunca tinha visto a moça antes?
- A senhora é muito amável.
- A senhora é muito inteligente.
- A senhorita acha mesmo? - murmurou Poirot.
- A senhorita conhece meu nome?
- A senhorita deseja o cartão que estava na caixa?
- A senhorita deu-lhe permissão para assistir aos fogos ontem à noite?
- A senhorita diz que ela não merece?
- A senhorita me contará como foram os acidentes?
- A senhorita me envolveu no caso porque quis. Não pode obrigar-me a ficar calado.
- A senhorita não está sendo completamente franca comigo; sinto que existe algo mais.
- A senhorita não está à vontade. Isto quer dizer que não leu meus livros.
- A senhorita ouviu a notícia ontem à noite, não foi?
- A senhorita quer que seja assim?
- A senhorita tem alguma amiga em quem possa confiar?
- A senhorita tinha esperanças até então?
- A senhorita é a última descendente de uma família tradicional?
- A senhorita é escocesa? - perguntei abruptamente.
- A senhorita é muito generosa.
- A senhorita é uma mentirosa muito gentil.
- A sensação é agradável?
- A sorte é traiçoeira - comentou Poirot.
- A sua marrã castanha, com sua licença.
- A visão não foi um truque.
- A você, esta letra parece familiar, Hastings?
- A voz da morte - murmurou Poirot. - E não nos diz nada.
- Abelhas e vespas não lhe agradam, senhorita? Já foi mordida alguma vez?
- Abra os olhos - insistiu Wicca mais uma vez.
- Absoluta certeza! Por quê?
- Absoluta! - afirmou o Sr. Croft enfático. - Posso jurar sobre a Bíblia quando for necessário.
- Absoluta! Era um rosto horrível.
- Absolutamente nada - respondeu o assessor.
- Absolutamente! - protestei zangado.